SUPERPITCHER

Hoje, trago-vos o príncipe da Colónia, mais conhecido por Superpitcher.

Este senhor, nascido e criado na Alemanha, mudou-se recentemente para Paris onde passa o tempo a ver filmes franceses e a beber bons vinhos por entre a produção de belas canções de amor e alguns sets como dj. (vida difícil, portanto.)

O seu trabalho, é já conhecido há alguns anos, desde o lançamento do seu primeiro álbum de originais, Here comes Love pela Kompakt que a sua afirmação como um dos maiores produtores da sua geração foi sendo mais evidente.

Prova disso, é a conquista do prémio Qwartz album 2012 pela Qwartz Global Media, pelo segundo álbum de originais, kilimanjaro.

Anteriormente, tinha já participado em vários projectos, como por exemplo na formação da dupla Supermayer, com Michael Mayer (big boss da kompakt) no lançamento do álbum Save The world também pela Kompakt.

No entanto, a cereja no topo do bolo surgiu este ano com a junção de superpitcher a Rebolledo formando a dupla Pachanga Boys.

Se Superpitcher já tinha muito amor para dar à musica, com rebolledo o amor é a dobrar, prova disso é o sigle Time, o amor está empragnado em cada batida e os vocals de superpitcher fazem arrepiar o mais machão dos homens.

É ouvir até não poder mais ou até os vizinhos nos insultarem no elevador por passarmos uma manhã inteira a ouvir a mesma música num volume um tanto ou quanto elevado.

Afirmo, portanto, que esta é sem duvida a maior revelação do ano 2012 no que à musica electrónica diz respeito.


Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s